Super Hiper Mega Banner

Crítica: A transformação da arte em Do Pó da Terra

*Por Leonardo Resende - hashtagcinema@daiblog.com.br

Não é uma tarefa muito complicada para um fotógrafo criar boas imagens ao trabalhar com a sétima arte. Porém, ao contrário de um bom retrato, o cinema necessita de uma narrativa para fazer sentido. Glauber Rocha com o termo “câmera na mão e uma ideia na cabeça” com certeza iria discordar com o que está escrito aqui. Essa ausência de trama poderia ser coerente quando ela se encaixa no gênero de surrealismo, que não é o caso de Do Pó a Terra, de Maurício Nahas.


Sendo seu primeiro longa-metragem, o fotógrafo Maurício Nahas rodou seu filme no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. O documentário brasileiro conta a história de mulheres que têm a incrível habilidade de transformar o barro em obras de arte. Além disso, a película é baseada em um argumento de Fernando Machado. Quando a sétima arte consegue expressar como funcionam outras artes, uma fotografia lírica seria o caminho mais sensato de um diretor. Maurício consegue essa proeza ao mostrar o retrato humano em condições precárias e como isso pode ser transcendental quando ele encontra a arte.


E, ao colocar isso em tela, Maurício tem o maior cuidado para que o filme (e isso não é fácil para turista de primeira viagem) não use relatos melodramáticos para certa manipulação emotiva. Todas as entrevistas são captadas da maneira mais genuína possível, sendo que as mulheres que mostram seus trabalhos são apresentadas como verdadeiras guerreiras. Brasileiras que conseguiram transformar a miséria do pó e do barro em artesanato.


Como citado, não é um desafio muito árduo para um fotógrafo expressar suas ideias com imagens incríveis. Mas graças ao roteiro e a sua narrativa inspiradora, Do Pó a Terra pode ser classificado com uma das grandes surpresas documentais de 2016.
Cotação do Daiblog: DaiblogDaiblogDaiblogDaiblog

Veja aqui o trailer do filme Do Pó da Terra:

 

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.