Super Hiper Mega Banner

Jackie, o drama do assassinato de JFK pelos olhos da viúva

*Por Clara Camarano - redacao@cine61.com.br

A história de John Fitzgerald Kennedy, também conhecido como John F. Kennedy, sempre foi nebulosa. Ele foi eleito o segundo mais novo presidente dos Estados Unidos, em 1961, e muito comparado ao jovem Theodore Roosevelt. O Jack, carinhosamente falando, era democrata e foi assassinado brutalmente no dia 22 de novembro de 1963, em Dallas, no Texas. Vítima de tiros certeiros do ex-fuzileiro naval Lee Harvey Oswald.


A história que rendeu e rende até hoje especulações ganhou o diretor chileno Pablo Larraín, que conseguiu transformar o fato pelo olhar de quem sofre e está dentro dele. No caso, pela visão da então primeira-dama e parceira que presenciou o crime, Jacqueline Kennedy. O resultado foi o dramático longa-metragem Jackie, que retrata o olhar da viúva, esquecida e sem rumo após a morte do marido. 


O filme concorre a três Oscar: melhor figurino, melhor trilha sonora e melhor atriz, indiscutivelmente para Natalie Portman, que se entregou à personagem de imensas nuances. A produção é focada totalmente nela. Uma mulher chique, porém simples, revelada como uma pessoa sofrida e que não conseguiu superar a morte do marido enquanto tentou levar a vida pelos seus filhos. E ainda precisava lidar com o assédio de ser a mulher de Kennedy. 


Mérito de Natalie e do filme, que lida exatamente com o trauma e com o esquecimento. Vale aplaudir de pé a atuação e o novo ângulo de Pablo Larraín, que mostra exatamente o lado de quem sofre e acaba sendo ignorado, pela vida e pelo status social. Fúnebre, sem leveza, do início ao fim. Mas fidedigno à crítica e à trama dramática. Conta com diálogos marcantes e um roteiro competente, que desconstrói até um padre católico sem falar de religião. É sim sobre essência e sobrevivência.
Cotação do Cine61: Cine61Cine61Cine61Cine61

Veja aqui o trailer de Jackie:


Jackie (2016, Chile, França, EUA) Dirigido por Pablo Larraín. Com Natalie Portman, Peter Sasgaard, Greta Gerwig, Billy Crudup, John Hurt, Richard E.Grant, Caspar Philipson...

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.