Super Banner

Depois de Tudo: Vale ou não a pena continuar uma amizade?

*Por Jonathas Soares - redacao@cine61.com.br

Fãs de Feliz Ano Velho e E Aí...Comeu? vão alegrar-se com Depois de Tudo. Trata-se de mais um filme baseado na obra de Marcelo Rubens Paiva. Com base em No Retrovisor, a produção narra a história de uma trindade não muito santa: a dos amigos e amantes Bebel (Maria Casadevall), Ney (Romulo Estrela) e Marcos (César Cardadeiro), sendo os dois últimos interpretados posteriormente por Marcelo Serrado e Otávio Muller.


Os dois rapazes, felizes e em plena juventude, trabalham em uma loja de instrumentos musicais, sonham com música e estão sempre juntos. É, então que entra em cena a catalisadora para a destruição da relação dos dois: a vizinha Bebel, uma linda garota com uma personalidade inebriante. Após um acidente, tudo muda e as trajetórias dos dois amigos se dividem. No entanto, décadas depois, Bebel entra em coma, um acontecimento que resulta no reencontro de Ney e Marcos.


Com direção de João Araújo, o filme mostra como o amor por uma mulher pode afetar a relação entre dois homens. A história é contada com revelações graduais por meio dos flashbacks, onde espiamos a vidas antigas de Ney e Marcos, montando o quebra-cabeça do que houve. A constante comparação entre o presente e o passado faz a plateia voltar à sua juventude, reanalisando a adequação de decisões tomadas com imaturidade.


O filme é também uma expressão cinematográfica de um debate ideológico sobre a amizade. Parece questionar se todas as amizades devem continuar apenas porque são antigas, ou se algumas amizades interrompidas abruptamente merecem mesmo ser resgatadas. Destaque para Marcelo Serrado e Otávio Muller, conhecidos pela comédia, aqui em papéis mais sérios.
Cotação do Cine61: Cine61Cine61Cine61

Veja aqui o trailer do filme Depois de Tudo:


Depois de Tudo (Brasil, 2015) Dirigido por Johnny Araujo. Com Maria Casadelval, Marcelo Serrado, Otávio Muller, Cesar Cardadeiro, Rômulo Estrela...
Google+