Super Banner

Seminário sobre a representatividade da mulher no audiovisual

A Agência Nacional do Cinema - Ancine realiza nesta quinta-feira, 30 de março, o Seminário Internacional Mulheres no Audiovisual, no Rio de Janeiro, que discutirá a participação da mulher nas telas e atrás das câmeras. Apenas 20,3% dos filmes brasileiros lançados nos cinemas em 2016 foram dirigidos por mulheres. Para abordar as políticas públicas e as ações da sociedade civil que propõem a redução da desigualdade de gênero, a ANCINE reunirá agentes públicos e representantes de entidades do setor audiovisual do Brasil, Canadá e Suécia. 

Cineasta Lais Bodanzky
Entre as palestrantes estão: Carolle Brabant, CEO do Telefilm Canada, que anunciou em 2016 um plano para a paridade de gênero no financiamento público de obras audiovisuais; Heather Webb, diretora executiva da WIFT-Toronto, que atua na capacitação de mulheres no setor, e a sueca Ellen Tejle, promotora do selo Bechdel (WIFT-Suécia), que mede a presença feminina nos filmes. No painel sobre a presença da mulher brasileira nas telas, participam as pesquisadoras Marcia Rangel (UERJ), que vai apresentar um panorama das representações de raça e gênero nos filmes nacionais; e Janaína Oliveira (Fórum Itinerante do Cinema Negro - FICINE), que abordará a questão da mulher negra no audiovisual brasileiro.

Foto: Junior Aragão
O Seminário conta ainda com as presenças das cineastas Renata Martins e Lais Bodanzky e a participação da ONU Mulheres, entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres. Uma realização da ANCINE, com os apoios da Embaixada do Canadá, Embaixada da Suécia, BRAVI, SICAV e Fundação Casa de Rui Barbosa. O evento terá transmissão ao vivo pelo site da Fundação Casa de Rui Barbosa: http://www.casaruibarbosa.gov.br/interna.php?ID_S=420
Google+