Super Banner

Cineasta brasileiro cria longa em VR e 3D

Segundo o cineasta Daniel Bydlowski, brasileiro residente em LA, “o número de pessoas que vão ao cinema está se reduzindo dramaticamente e muitos estão contentes em ver filmes nas pequenas telas do computador e do celular”. Dessa forma, a indústria cinematográfica precisa se adaptar, de maneira criativa, para conseguir atrair o público novo e exigente que vem acompanhado da utilização de tecnologia em massa, como na sociedade atual. O diretor do projeto NanoEden, inovador longa que mescla a tecnologia de realidade virtual com a aumentada, explica que a indústria ainda esta tentando entender como tudo isto vai funcionar, mas estão investindo muito fortemente na tecnologia, pois sabem que é só uma questão de tempo do público pedir por projetos com uma proposta imersiva desse jeito. NanoEden é um exemplo de como essa tecnologia pode ser usada para atrair o público e melhorar a interação com a tecnologia no cinema.


Sobre o projeto: NanoEden é um inovador projeto produzido pelo cineasta brasileiro Daniel Bydlowski. O longa mescla realidade virtual com 3D e insere o espectador na realidade criada pelo cineasta: um futuro no qual as pessoas conseguem transferir a consciência e memória para um ambiente virtual - e nele viver eternamente. O filme tem estreia prevista para o segundo semestre de 2017 e conta com a interpretações de Scott Allen Rinker, conhecido por seu trabalho na série Star Trek Enterprise, e Jerome Charvet, que já trabalhou ao lado de Gerárd Depardieu e Jean Reno. A direção de fotografia e efeitos especiais ficará nas mãos do talentoso Shant Jordan, responsável pelos efeitos visuais do filme O Dia Depois de Amanhã. Veja o teaser do longa aqui.
Google+