Super Banner

A grande filmografia de Willem Dafoe

Willem Dafoe começou sua carreira com um papel pequeno no faroeste épico de Michael Cimino O Portal do Paraíso (1980), do qual foi demitido! Ele desafiou a adversidade inicial e, desde então, provou ser um ator extremamente competente com uma ampla diversidade de trabalhos no cinema, inclusive papéis em seis filmes que ganharam ou foram indicados para o Oscar® na categoria de Melhor Filme: Platoon e Nascido em 4 de Julho (ambos de Oliver Stone), Mississipi em Chamas (de Alan Parker), O Paciente Inglês (de Anthony Minghella), O Aviador (de Martin Scorsese) e O Grande Hotel Budapeste (de Wes Anderson).


Seu primeiro papel em longas-metragens veio pouco tempo depois da decepção que teve em O Portal do Paraíso: em The Loveless (de Kathryn Bigelow). Depois disso, atuou em mais de 100 filmes, John Carter: Entre Dois Mundos, Homem-Aranha, Homem-Aranha 2, Homem-Aranha 3, Procurando Nemo, Ruas de Fogo. Entre os filmes independentes de seu currículo estão Refém de Uma Vida e Psicopata Americano. Entre filmes internacionais, estão Poeira do Tempo (de Theo Angelopoulos), Pavilhão de Mulheres (de Yim Ho), Os Anjos da Guerra (de Yurek Bogayevicz), Tão Longe, Tão Perto (de Wim Wenders), O Homem Mais Procurado (de Anton Corbijn), Paris, Te Amo (de Nobuhiro Suwa), Tom & Viv (de Brian Gilbert), Farewell (de Christian Carion), 2019 – O Ano da Extinção (de Michael Spierig e Peter Spierig) e O Caçador (de Daniel Nettheim).


Willem Dafoe escolhe seus projetos pela diversidade dos papéis e pela oportunidade de trabalhar com diretores fortes. Já trabalhou com cineastas importantes como Wes Anderson (em A Vida Marinha com Steve Zissou e O Fantástico Sr. Raposo), Martin Scorsese (A Última Tentação de Cristo), Spike Lee (O Plano Perfeito), Julian Schnabel (Miral e Basquiat – Traços de Uma Vida), Paul Schrader (Auto Focus, Temporada de Caça, O Dono da Noite, O Acompanhante, Adam – Memórias de Uma Guerra e Cães Selvagens), David Cronenberg (eXistenZ), Abel Ferrara (4:44 – O Fim do Mundo, Go Go Tales, Enigma do Poder e Pasolini), David Lynch (Coração Selvagem), William Friedkin (Viver e Morrer em Los Angeles), Werner Herzog (Meu Filho, Olha o Que Fizeste!), Giada Colagrande (Amor Obsessivo e Viúva Negra), Scott Cooper (Tudo por Justiça), Lars von Trier (Anticristo, Manderlay e Ninfomaníaca: Vol. II) e Hector Babenco (Meu Amigo Hindu).


Foi ao Oscar® duas vezes indicado na categoria de Melhor Ator Coadjuvante: por Platoon (1986) e A Sombra do Vampiro (2000). Por A Sombra do Vampiro, ganhou prêmio dos Críticos de Cinema de Los Angeles e o prêmio Independent Spirit, e foi indicado para os prêmios Globo de Ouro® e Screen Actors Guild por sua inesquecível interpretação do ator alemão Max Schreck, da década de 1920. Willem Dafoe é um dos membros fundadores do Grupo Wooster, coletivo de teatro experimental de Nova York. Criou e atuou em todos os trabalhos do grupo de 1977 a 2005, nos Estados Unidos e em outros países. Desde então, trabalhou com Richard Foreman (em Idiot Savant no Public Theater de Nova York) e, mais recentemente, duas montagens internacionais com Robert Wilson (em The Life and Death of Marina Abramović e The Old Woman, com Mikhail Baryshnikov).
Google+