Super Hiper Mega Banner

Tempo da Esperança peca na superficialidade

O contraste entre os hábitos do campo e os das grandes metrópoles ainda se fazem atuais, mesmo em pleno século 21. A nostalgia e o realce da vida bucólica e pacata que permeia os interiores ainda estão enraizados e presentes. Seja naqueles que se permitiram ou tiveram que viver em fazendas, seja naqueles que, às vezes, se cansam do frenesi da rotina nas grandes cidades ou, até mesmo, naqueles que preferem a frenética vida urbana. Esta realidade também inspira a sétima arte, que acompanha sempre os passos da humanidade. 


Produções antigas como Vidas Secas (1964), de Nelson Pereira dos Santos; e mais recentes como Sinais (2001), de M. Night Shyamalan; Sideways - Entre Umas e Outras (2004), de Alexander Payne; Interestelar (2014), de Christopher Nolan, exaltam este contraste tão antigo, mas tão atual. Outro exemplo é a produção norte-americana Tempo da Esperança, dirigida por Brad Keller (de Um Assassino Entre Nós). 


A história conta a vida do contador Michael Thompson (Patrick Muldoon), um homem que luta para criar sozinho a filha adolescente, a típica jovem revoltada Chloe (Mandalynn Carlson). A vida de ambos muda quando a figura paterna (símbolo forte neste roteiro) é convidada pelo pai, o fazendeiro Cliff Harrison (Rick Herod), para salvar sua família e os seus estábulos antes que administradores de um banco os levem à falência. 


É neste ponto que a vida destas duas famílias, da cidade e do campo, se cruzam. Michael vai com a filha para o local e procura mil maneiras de salvá-los. Neste meio tempo, ele descobre na filha de Cliff uma personalidade totalmente atípica e também um novo sentido para sua vida. Uma mistura que toca na fragilidade humana, sem criticar nem o campo, nem a cidade, mas sim a solidão. Apesar de parecer uma boa temática, o longa-metragem é cansativo, adentra pouco nos dramas pessoais e parece mais um filme pipoca de sessão da tarde. A atuação é também outro ponto falho. Os atores são meros clichês e deixam a desejar.
Cotação do Cine61: DaiblogDaiblog

*Por Clara Camarano - contato@cine61.com.br

Veja o trailer do filme Tempo de Esperança:



A Horse Tail (EUA, 2015) Dirigido por Brad Keller. Com Charisma Carpenter, Patrick Muldoon, Dominique Swain, Billy Tilk, Mandalynn Carlson, Jaren Lewison...

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.