Super Hiper Mega Banner

Documentário Lygia é um convite à obra da imortal

Membro da Academia Brasileira de Letras, Lygia Fagundes Telles é tema do documentário Lygia - Uma Escritora Brasileira, em exibição nos cinemas. Sua trajetória profissional é abordada no filme, produzido pela TV Cultura e dirigido por Helio Goldsztejn. A artista é conhecida por inúmeras obras, muitas delas que foram indicadas por professores nas escolas. Na projeção, é possível conhecer melhor sua história.


Responsável por romances como As Meninas - obra vencedora do prêmio Jabuti - e contos, como As Formigas, a paulistana começou a escrever aos oito anos de idade. O ofício das letras era um tabu, ainda mais no período machista. Mesmo assim, Lygia provou que existia espaço para as mulheres na literatura e, em seus textos, abordou temas complexos e provocativos. O filme ressalta essa força na autora, que venceu o preconceito.

Foto: Nadja Kouchi
O longa-metragem conta com vários depoimentos. São familiares, pessoas que convivem com a autora e até outras celebridades, como é o caso de Jô Soares. O apresentador e escritor, por sinal, compara uma conversa com Lygia com "tomar mel". Querida por todos e discreta em sua vida pessoal, a escritora é definida como uma pessoa excepcional, que possui uma doçura surpreendente.


Um dos momentos mais interessantes é a relação de Lygia com o audiovisual. Ela foi casada com Paulo Emílio Sales Gomes, crítico de cinema e fundador da Cinemateca Brasileira, e muitas das suas obras foram adaptadas para o cinema e televisão. Ela própria também já foi responsável por roteiros, o que mostra um curioso intercâmbio intelectual das letras para as imagens filmadas. Lygia é um bom documentário e pode funcionar como um convite para a leitura de seus escritos - estes sim, ótimos.
Cotação do Cine61: Cine61Cine61Cine61

*Por Michel Toronaga - micheltoronaga@cine61.com.br

Veja aqui o trailer do filme Lygia - Uma Escritora Brasileira:


Lygia - Uma Escritora Brasileira (Brasil, 2017) Dirigido por Helio Goldsztejn. Com Lygia Fagundes Telles, Tati Bernardi, Paulo Werneck, Jô Soares, Maria Adelaide Amaral, José Renato Nalini, Marcelino Freire, Jorge da Cunha Lima, Manuel da Costa Pinto, Paulo Bomfim , Anna Maria Martins, Ignácio de Loyola Brandão, Anna Verônica Mautner, Jayme da Silva Telles, José Fernando Martins, Walnice Nogueira Galvão...

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.