Super Hiper Mega Banner

6º Curta Brasília terá sessão Mostra IESB

A 6ª edição do Curta Brasília – Festival Internacional de Curta-Metragem, contará, pelo segundo ano consecutivo, com uma sessão especial para a exibição de curtas e videoclipes realizados por alunos de Cinema e Mídias Digitais do Instituto de Ensino Superior de Brasília (IESB). A sessão do Mostra IESB será no sábado (16), às 10h, no Cine Brasília e também contará com premiação para ambas categorias, por júri popular e comissão especial do evento. A projeção dos curtas e videoclipes no evento, de acordo com Paulo Moraes, coordenador e professor do curso de Cinema e Mídias Digitais do IESB, tem suma importância para que o aluno veja o resultado de seu projeto como uma obra cinematográfica e possa adquirir experiência em festivais e também entender como funciona o mercado cultural.

Clipe Última
“Os festivais, sejam nacionais ou internacionais, trazem o sentido do profissionalismo no cinema e é importante para que o aluno compreenda essa a dinâmica audiovisual e possa ter contato com outros profissionais”, afirma Moraes. Também é importante destacar como será a reação do espectador, para ter uma noção dos erros e acertos. No total, serão exibidos 13 obras audiovisuais, sendo sete curtas e seis videoclipes elaborados por estudantes, de diversos semestres do curso, do Centro Universitário IESB. Segue abaixo a lista dos escolhidos:

Curtas-metragens:
Costal, direção de Ariel Piranguy Sinopse: O filme interativo retrata um jogo intenso de caça, fuga e combate entre uma habilidosa detetive e um sanguinário assassino. Costal nos coloca na pele da detetive em uma situação de extremo perigo: ela acaba de acordar aprisionada por seu algoz, que se delicia a cada momento antes de assassiná-la.

Nas Asas do Traçado
Nas Asas do Traçado, direção de Laura Catharina Sinopse: Julia é uma roteirista que se depara com um bloqueio criativo às vésperas de entregar um trabalho. A misteriosa Luana aparentemente sabe sobre a vida de Júlia. O encontro das duas as leva a dar um passeio pelas quadras de Brasília, onde poderão ver inspirações em lugares rotineiros.

Desencontro Marcado, direção de Felipe Cavalcante Fialho Sinopse: Jonas é um nerd apaixonado por Julie, sua colega de trabalho. Decidido a enfrentar a vergonha, ele marca um encontro com ela. No entanto, o caminho para chegar ao local marcado não será habitual.

O Que Vão Dizer de Nós
O que Vão Dizer de Nós, direção de Nabia Lima Sinopse: Em tempos de desapego, amar e demonstrar afeto parece inimaginável, imagina amar alguém do mesmo sexo e não poder demostrar carinho? Este documentário é para todos aqueles que acreditam que a única regra no amor é não ter regras.

Amizade de Ellen, direção de Jéssica Alencar e João Rabelo Sinopse: Ellen, tímida e solitária, vê em Camila uma forma de exteriorizar seus sentimentos mais profundos e impulsivos. Camila sempre aparece nos momentos em que Ellen está só, mas Camila é bem crível para Ellen – bem como para o espectador, na maior parte do filme – e ela acredita na existência dela.

Ao Entardecer
Ao Entardecer, direção de Matheus Velloso Sinopse: Dois irmãos, Carol e Davi, são levados a morar precariamente com sua tia, uma senhora que sempre viveu sozinha e que não tem muitas condições de cuidar deles. Os irmãos cuidam um do outro, contando com a ajuda de um amigo imaginário, um monstro grande e peludo que vai protegê-los e ensiná-los a superar as dificuldades com ternura e esperança.

O Sol da Seca, direção Érica Oliveira Sinopse: Caio, um jovem de 28 anos, leva uma vida sem graça ao lado de sua namorada, Renata, até que ela resolve viajar para o exterior. Caio se vê sozinho por
semanas e então conhece Guilherme, um garoto encantador, gay e que o apresenta a seu mundo. Caio e Guilherme se apaixonam aos poucos.

Pátria Armada
Videoclipes:
Asé Omanõmo (Artista: Ronchi), direção de Matheus Ronchi
Dançarina de Brasília (Artista: Pedro Quadros), direção de Rosa Morbach
Frio (Artista: San Lunes), direção de Marina Lima
Pátria Amada (Artista: Zamaster), direção de Lyanna Soares
Pride (Artista: Oxy), direção de Gabriel Sudré
Última (Artista MOABE), direção de Paulo Ottoni

Serviço
Dia: 16/12/2016 (sábado)
Hora: 10h
Local: Cine Brasília (Entrequadra 105/106 sul)
Entrada franca

*Por Victor Hugo Menezes Almeida - Especial para o Cine61

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.