Super Hiper Mega Banner

Orlando Bloom perde toda a ética médica em Paixão Obsessiva

Os principais temas de Paixão Obsessiva são a ética e aquela tênue linha entre separa uma relação de amor de uma bem doentia. O protagonista do drama é Martin Blake (Orlando Bloom, de Piratas do Caribe e Tudo Acontece em Elizabethtown). Jovem, médico, educado e prestativo, ele trabalha em um hospital e procura receber o respeito da equipe. Por ter a aparência de um universitário, ele não é levado tão a sério, o que cria um sentimento de frustração, visto que ele trabalha como qualquer outro profissional.


Um dia, uma paciente chamada Diane (Riley Keough) é internada por causa de uma infecção renal. A perturbação de Martin começa a aflorar quando ela se cura com o tratamento correto. Na ânsia de se mostrar necessário, ele faz a última coisa que se espera de um profissional de saúde: atrapalha a cura de Diane. Ele rompe os limites da ética médica, tanto na relação de médico e paciente, como também por ter o interesse em manter a garota sempre sob seus cuidados. E fazer isso sem levantar suspeitas não é algo fácil.


Paixão Obsessiva parece um suspense, mas no fundo é um drama. O doutor Martin claramente é uma pessoa desequilibrada e as consequências disso são muito graves, afinal seu trabalho lida diretamente com vidas. É um filme simples e que surpreende pelo ritmo que toma. Bloom se sai bem no papel, mas seu desempenho é prejudicado por causa de outros personagens, que tiram um pouco o realismo da trama. É o caso de um enfermeiro politicamente incorreto interpretado por Michael Peña (Homem-Formiga).


Com direção de Lance Daly, o título traz no elenco também Taraji P. Henson (Estrelas Além do Tempo). Apesar de não ser o melhor filme de Orlando Bloom, é um bom trabalho, ainda que não seja marcante. Serve para mais refletir sobre a complexidade do ser humano ou, ainda, alimentar a paranoia de quem está prestes a fazer alguma consulta. Nunca se sabe quantos médicos assim existem por aí. Atenção porque este não é o único Paixão Obsessiva lançado no Brasil. Não confundir com o homônimo de 2017, sobre a mulher que inferniza a vida da nova companheira do ex-marido.
Cotação do Cine61: Cine61Cine61Cine61

*Por Michel Toronaga - micheltoronaga@cine61.com.br


Veja aqui o trailer do filme Paixão Obsessiva:
    
The Good Doctor (EUA, 2011). Dirigido por Lance Daly. Com Orlando Bloom, Riley Keough, Taraji P. Henson, Rob Morrow, Michael Peña, Troy Garity, Molly Price...

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.