Super Hiper Mega Banner

Encantados conta história de amor e misticismo

O longa Encantados é inspirado na trajetória de Zeneida Lima, que enfrentou diversas barreiras para seguir seu destino e se tornar uma líder espiritual; uma história de amor e encantos. O novo filme de Tizuka Yamasaki é o 12º longa de sua carreira. A personagem central do novo longa de Tizuka não poderia ser mais simbólica nessa data. A diretora conta a história real de Zeneida Lima, que enfrentou os pais para seguir seu dom espiritual, e também a sociedade para levar adiante seus ideais, a defesa da natureza e a fundação de um instituto na Ilha do Marajó, com um programa educacional para atender crianças da periferia da região.


Por suas crenças e convicções, ela sofreu preconceito, mas, certa de sua missão, transpôs barreiras e tornou-se uma líder, uma das importantes personalidades do Estado do Pará e do País. Tizuka sempre retratou mulheres fortes, empoderadas, desde o clássico Gaijin, passando pelo sucesso juvenil Lua de Cristal e pela libertária Anayde Beiriz de Parahyba Mulher Macho, até o documentário Tomie que realizou sobre a artista Tomie Ohtake e, agora, o filme sobre Zeneida Lima. 


Inspirada pelo livro O Mundo Místico dos Caraúnas da Ilha do Marajó, a diretora fez uma livre adaptação da história de Zeneida, focando num momento crucial de sua vida: a transição da menina para a adolescência, em que seus dons para curar com elementos da natureza se afloram em meio a um turbilhão de sentimentos e questionamentos característicos dessa fase da vida e a descoberta do primeiro amor.


Interpretada por Carolina Oliveira, Zeneida é a mais velha de oito irmãos, que moram com a mãe, Zezé (Letícia Sabatella), e com Cotinha (Dira Paes), uma cabocla, filha de criação da família, em Belém. No entanto, o advogado Angelino (José Mayer), pai dos oito filhos que teve com Zezé, sua amante, não quer que sua vida 'clandestina' prejudique a carreira política e, por isso, decide mandar toda a família para sua fazenda na Ilha de Marajó. Zeneida parte de Belém a contragosto, mas é na ilha que a adolescente vai vivenciar uma série de descobertas transformadoras.



Lá ela conhece Antônio (Thiago Martins), um ser da natureza, um encantado. Esse amor, no entanto, não é aceito pelos pais, pois somente Zeneida pode vê-lo. Para os pais, Antônio pertence ao imaginário da filha. Acham que ela está enlouquecendo. Além disso, Zeneida precisa enfrentar os próprios conflitos, anseios e dúvidas, e desenvolver suas habilidades espirituais, com a ajuda de mestre Mundico (Ângelo Antônio) e de Cotinha, a única na casa que a entende.

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.