Super Hiper Mega Banner

Música e poesia presentes no documentário sobre Torquato Neto

O Tropicalismo foi um movimento cultural que marcou a música popular no Brasil em 1967 e 1968. Teve como nomes mais emblemáticos os cantores Gilberto Gil e Caetano Veloso. Mas outro cara do Nordeste também participou do coletivo de artistas que sacudiu o país num período mais difícil de sua história: a ditadura militar. Falamos do piauiense de nome Torquato Neto. “(...)O de meu pai é Heli/ O de minha mãe é Salomé/ O resto vem por aí”, poema que o artista escreveu aos nove anos e narrado pelo ator Jesuíta Barbosa durante o documentário. 


Pela escassez de material, o tom documental de Torquato Neto - Todas as Horas do Fim fica por conta justamente de depoimentos de artistas que participaram do movimento tropicália, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Zé, entre outros. Os poemas escritos por Torquato Neto e narrados por Jesuíta ajudam a construir a narrativa, algumas vezes sincronizadas não com fotos ou documentos, mas com animações criadas para o documentário. 


Além de poeta, Torquato foi jornalista, músico e cineasta. Esses momentos do artista atuando em outras áreas também estão presentes no longa-metragem. Ele escreveu coluna para jornais e ainda foi autor de composições que foram sucesso nas vozes de outros cantores, como a tropicalista Gal Costa, que aparece no documentário cantando as letras de Torquato.


O auge do filme de é a ida de Torquato para Londres. A viagem e as aventuras do artista são narradas a partir de cartas escritas para o amigo Helio Oiticia, grande artista plástico e integrante do Tropicalismo. Nas cartas estão o encontro dele com Jimi Hendrix e a dificuldade de lidar com a vida. Ora feliz, ora melancólico, os escritos deixados por Torquato, as cenas dos filmes que dirigiu e atuou reforçam e ajudam a contar a breve história do artista brasileiro.
Cotação do Cine61: Cine61Cine61Cine61

*Por Vinícius Remer - Especial para o Cine61

Veja aqui o trailer do filme Torquato Neto - Todas as Horas do Fim:

 
Torquato Neto - Todas as Horas do Fim (Brasil, 2017) Dirigido por Eduardo Ades, Marcus Fernando. Com Ivan Cardoso, Gilberto Gil, Torquato Neto, Tom Zé, Caetano Veloso e narração com a voz maravilhosa de Jesuita Barbosa.

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.