Super Hiper Mega Banner

Canal de cinema brasiliense será lançado nesta terça

Há quem sofra com a concorrência de entrar para o mercado cinematográfico da capital federal. Mas uma opção nova em Brasília visa abrir portas para os iniciantes e também para os já tarimbados na telona. Idealizado em novembro de 2017, o canal brasiliense Janela 55 estreará, com a cara do Distrito Federal, nesta terça-feira (11/12), às 20h30, no Cine Cultura Liberty Mall (SCN QD 2). O lançamento contará com coquetel e tem entrada gratuita. Não recomendado para menores de 16 anos. 


Uma oportunidade única para técnicos, atores, diretores, diretores de fotografia locais. O Janela 55, como o nome incita, visa abrir uma janela para a produção brasiliense. O número 55, DDD do Brasil, mostra o intuito do canal de se expandir pelos quatro cantos do país. Totalmente independente, o projeto, que pretende rodar por festivais e depois ser lançado em canal no YouTube, conta hoje com sete curtas-metragens produzidos entre novembro de 2017 e novembro de 2018. Artistas da cidade toparam trabalhar, de graça, na iniciativa totalmente independente.

Diretor reconhecido nacionalmente, o brasiliense Santiago Dellape, do filme A Repartição do Tempo, topou na hora ser um dos diretores do Janela. Ele chega com o curta-metragem Urubus, onde divide a direção com Sérgio Sartório. “Acho muito legal este incentivo. Precisamos fazer cinema em Brasília sem esperar apoio”, coloca. Urubus, uma das produções que poderá ser conferida no Liberty, conta a história de três guerrilheiros políticos que esperam por outro companheiro que ficou de trazer uma encomenda para que eles possam resgatar o líder do grupo, que está preso.


Além do curta de Dellape, serão exibidos Sala e Lavabo, de Guilherme Lima; Aconteceu no Teatro, dirigido por Carlos Del Pino; Off Life, de André Carvalheira; Sushi, por Rafael Morbeck; Brasilha, de Rafael Morbeck; e Recall, por Luciana Martuchelli. Brasilha, de Morbeck, ganhou os prêmios de melhor curtíssimo nacional pelo júri popular e melhor curtíssimo do Distrito Federal pelo júri oficial no Lobo Fest 2018.

Luz, câmera e ação na capital
Uma ideia na cabeça, equipe e muita ação. Ator e produtor cultural, o brasiliense Paulo Ribeiro queria muito fazer cinema sem ter que sair da sua cidade e sem ter que esperar em filas de testes para, quem sabe, conseguir um papel na telona. Foi quando ele teve a ideia de lançar um canal que abrisse oportunidade para si e para outros artistas locais.


Alice Stefânia, Valéria Rocha, Chico Santana, Ricardo Pipo, Rosana Viegas, André Deca, Lino Ribeiro, Lorena Vilela, Alexandre Lino, Cibele Amaral, Beta Rangel são alguns dos atores que participam dos filmes e estarão presentes na sessão de lançamento. “É gratificante poder ver o resultado e o tanto de gente que se empenhou em trabalhar, mesmo de graça. O retorno pretendemos ver agora. E os filmes contam com qualidade técnica, de atuação e direção. É uma janela que queremos abrir em Brasília, mas que pretende atingir o Brasil”, coloca Ribeiro.

Serviço
Lançamento do canal brasiliense Janela 55
Terça-feira (11), às 20h30, no Cine Cultura Liberty Mall (SCN QD 2)
Entrada gratuita
Os filmes não são recomendados para menores de 16 anos
Informações: 3326-1399

*Por Clara Camarano - contato@cine61.com.br

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.