Super Hiper Mega Banner

Drama italiano faz uma épica retrospectiva familiar

O Espaço Itaú de Cinema recebe o festival 8 ½ Festa do Cinema Italiano, que exibirá uma série de filmes de 8 a 14 de agosto. Entre eles estão Lucia Cheia de Graça, de Gianni Zanasi, exibido na Quinzena dos Realizadores no Festival de Cannes 2018; Noite Mágica, o novo trabalho do consagrado Paolo Virzì; e Bangla, de Phaim Bhuiyan, que acaba de receber o prêmio de Melhor Comédia Italiana de 2019 segundo os críticos italianos.


Entre os destaques da programação está A Melhor Juventude, de Marco Tullio Giordana. O drama será projetado em cópia restaurada e chama a atenção por ser, de fato, um longa-metragem. Com mais de seis horas de duração, o épico acompanha a jornada de dois irmãos com temperamentos bem diferentes enquanto passeia pela história da Itália. No festival, a obra será exibida na quinta (8/8) e sexta-feira (9/8) em duas partes com cerca de três horas.


Vale a pena? Com certeza. A saga começa no final da década de 1960 e vai até os anos 2000, fazendo uma verdadeira retrospectiva de importantes fatos que marcaram o país, como a inundação de Florença, a luta contra a máfia e os grandes jogos de futebol da seleção nacional. O roteiro gira em torno de Nicola (Luigi Lo Cascio) e Matteo (Alessio Boni). No início ambos são estudantes, mas seguem caminhos diferentes: o primeiro, mais pacato e explorador, vira médico, enquanto o segundo, charmoso e impulsivo, trabalha no exército e vai parar na polícia.


Em comum, o fascínio pela complicada garota Giorgia (Jasmine Trinca), que é resgatada por Matteo de um hospício. Com problemas psiquiátricos, ela une os dois irmãos e surge em alguns momentos de suas trajetórias. A Melhor Juventude emociona por mostrar a passagem do tempo estampada nos personagens, que crescem e envelhecem. Alguns artifícios bem novelescos são usados no roteiro para intensificar o drama, mas nada que prejudique o resultado.


Vários temas são abordados na saga, como as torturas praticadas dentro de manicômios, as manifestações populares nas ruas e os ataques contra os policiais. Mas, se for para citar apenas um ponto, o elemento mais marcante é a família. São os laços, ou até mesmo nós, que são formados nas vidas que trazem beleza e verdade ao filme. Ao lidar com questões universais, como o amor e o perdão, o público pode se preparar para as lágrimas no final. É impossível não se envolver depois de uma imersão tão intensa na telona.
Cotação do Cine61: Cine61Cine61Cine61Cine61

*Por Michel Toronaga - micheltoronaga@cine61.com.br

Veja aqui o trailer do filme A Melhor Juventude:
 

La Meglio Gioventù (Itália, 2003) Dirigido por Marco Tullio Giordana. Com Luigi Lo Cascio, Alessio Boni, Jasmine Trinca, Adriana Asti... 

Nenhum comentário

Todos os comentários do Cine61 são moderados por nossa equipe. Mensagens ofensivas não serão aprovadas. Obrigado pela visita!

Tecnologia do Blogger.